CEL 11 99950-9509

Como escolher o seu PERSONAL TRAINER

Todos sabem que praticar atividades físicas traz inúmeros benefícios para a saúde, qualidade de vida além de te oferecer ganhos estéticos. E ter um Personal Trainer te ajuda a ter melhores resultados, num espaço mais curto de tempo, além de se manter motivado para os treinos.

Mas como saber qual profissional escolher?

1 – Escolha um Personal Trainer habilitado para a profissão

O primeiro passa é saber se o profissional é formado em Educação física e registrado no Cref, existem pessoas sem formação que atuam no mercado de forma ilegal, além de não ter os requisitos para trabalhar eles podem gerar riscos a sua saúde e aos resultados alcançados com o treinamento.

2 – A sua saúde sempre deve estar em primeiro plano

A primeira coisa que deve ser levada em consideração é sempre a sua saúde, todo o planejamento de treinamento e ações tomadas durante a execução do treino devem preservar a sua saúde e integridade física, assim você alcançará os seus objetivos de uma forma duradoura e concreta.

3 – Qualificação e estudo

Um bom Personal Trainer busca sempre aprendizado e evolução, pós graduações e cursos de extensão são muito bem vindos no currículo do profissional que você vai escolher.

4 – Ética e profissionalismo

Desconfie de profissionais que te prescreve dietas, suplementação, remédios ou qualquer coisa que fuja da sua área de atuação (a não ser que ele também seja formado em nutrição, medicina, etc). Bons profissionais vão se ater a sua área de formação e te indicar profissionais capacitados para necessidades especificas que fogem do seu conhecimento formal.

5 – Experiência profissional

A formação acadêmica forma um par perfeito com a experiência prática, cursos e graduações dão a base, mas um professor com experiência com certeza já conhece os atalhos para te dar os melhores resultados no menor tempo possível.

6 – Metodologia de treinamento

Cada Personal Trainer tem a sua própria forma de periodizar o treinamento, métodos de motivação, avaliação e acompanhamento de resultados. Sempre se informe de como ele trabalha e se a metodologia dele vai de encontro ao seus objetivos.

7 – Faça uma aula teste

A melhor forma de conhecer o seu Personal Trainer é fazer uma aula teste, assim você poder conversar com ele pessoalmente, avaliar a sua forma de dar aulas, de corrigir e te motivar.

Nessa aula você também vai perceber se tem empatia com o Personal Trainer, como vocês vão conviver por um bom tempo durante os treinamentos é importante que vocês se deem bem.

8 – Preço X Valor

Preço e valor de um serviço não são a mesma coisa, muita vezes um preço muito baixo significa baixa qualidade de serviço.

O preço cobrado por um Personal Trainer vai depender da sua formação, qualidade técnica, cultura regional em relação a prática de atividades físicas, entre diversos outros fatores. Nem sempre o mais caro é o melhor, mas também desconfie de valores muito baixos.

Personal bom X Personal ruim

Depois de analisar, conversar pessoalmente com o Personal e fazer uma aula teste é a hora de escolher qual profissional vai te acompanhar nos seus treinos. Escolha o Personal Trainer que mais te passar confiança, lembre-se que além de cuidar da sua estética ele cuida da sua saúde e um profissional ruim pode te dar muito dor de cabeça, frustração por não atingir os resultados esperados ou até uma lesão por aplicação de exercícios ou métodos de treino impróprios para você nesse momento.

Boa sorte e bons treinos! Se quiser marcar uma aula teste comigo é só clicar no botão abaixo!


RAFAEL FIGUEIREDO – CREF 099379-G/SP

Profissional de Educação Física – Personal trainer e Consultor esportivo.

Pós graduação em Treinamento desportivo, Biomecânica e Treinamento funcional.

Cursando Medicina do Esporte.